Sou um amante de livros, tenho verdadeira paixão por literatura. Acredito que ao ler um livro você

Sou um amante de livros, tenho verdadeira paixão por literatura. Acredito que ao ler um livro você
Sou um amante de livros, tenho verdadeira paixão por literatura. Acredito que ao ler um livro você faz uma viagem por mundos desconhecidos, mundos a serem descobertos.Este blog tem como objetivo a troca de informação literaria, a troca de conhecimento sobre livros. O blog tem em sua maxima, indicar e receber em suas paginas indicações de livros. Formando assim um forum literario de debate e incentivo a leitura. De sua sugestão, sua indicação...vamos fazer da leitura um prazer em nosso cotidiano.

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Auto ajuda sem fundamentalismo? Apenas opinião.


O fundamento existe, claro que existe. Mais vamos deixar bem claro uma coisa aqui, não sou contra quem lê auto-ajuda...cada um lê o que quer, e gasta seu dinheiro como quiser, ponto. Na verdade o que quero dizer com mesmice, e que não existe um critério em relação ao conteúdo dos mesmos, como dizia o velho guerreiro, "Nada se cria, tudo se copia". Vamos aos fatos, quando se lançou no mercado o livro, O segredo, quantos outros segredos não apareceram, sem falar em suas variantes...você entrava em uma livraria estava lá, O segredo do segredo, o segredo do segredo do segredo, a chave do segreto, a porta do segredo, e por ai vai. Todos os editores ofereciam livros práticos para alcançar sua meta material e espiritual...era o santo graal o nirvana da literatura, mais sabemos que não é bem assim. Eu não vejo o livro de auto-ajuda como uma "Bíblia" que apresenta nossa redenção. Outro exemplo, quando o livro código da Vince apareceu no mercado livreiro, um best seller mundial com certeza, este livro falava de uma conspiração envolvendo a dinastia de Jesus, que supostamente teria casado com Maria Madalena...quantos livros mais não saíram na mesma linha, quantas Madalenas, quantos Jesus...tudo isto com um cunho fortemente comercial. Não sei se os leitores ao entrar em livrarias repararam da onda que atinge a figura de Jesus, agora se foca nele como exemplo a ser seguido...já vi esta atitude por fé, mais nunca como uma filosofia de auto ajuda. Se este tipo de matéria vem apaziguar corações, muito bem, ele cumpre sua função...alias tira um pouco o papel da igreja, agora não sei se isto é blasfémia. O apelo comercial é muito grande. A tendência é sempre esta, que se tratando de auto-ajuda chega a ser gritante. Esta é minha opinião. Filosofando agora, e sem precisar da tv Globo, não sei se Bentinho foi traído de fato por Capitu, ainda tenho minhas duvidas...no entanto ela narra a história, ele poderia estar sendo tendencioso, sabe-se lá, isto é pano de fundo para um debate. Acredito em energia,também acredito no poder da palavra, em relação a energia, vejo esta questão de um modo meio que quântico . A inteligência é uma questão de treino, você deve" alimentar sua mente", como li num livro de auto ajuda...afinal eu leio auto-ajuda, por isto tenho este parecer...mais este é um parecer pessoal, nada mais.

Ricardo Ahmad