Sou um amante de livros, tenho verdadeira paixão por literatura. Acredito que ao ler um livro você

Sou um amante de livros, tenho verdadeira paixão por literatura. Acredito que ao ler um livro você
Sou um amante de livros, tenho verdadeira paixão por literatura. Acredito que ao ler um livro você faz uma viagem por mundos desconhecidos, mundos a serem descobertos.Este blog tem como objetivo a troca de informação literaria, a troca de conhecimento sobre livros. O blog tem em sua maxima, indicar e receber em suas paginas indicações de livros. Formando assim um forum literario de debate e incentivo a leitura. De sua sugestão, sua indicação...vamos fazer da leitura um prazer em nosso cotidiano.

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Nasrudin Existiu


Sou um mestre Sufi. Bem, na verdade fazem de mim um mestre Sufi. Acho que não tenho tanta sabedoria assim e às vezes sou um tanto atrapalhado. Uma de minhas qualidades é a esperteza. Procuro sempre me dar bem em qualquer situação.
As minhas histórias correm o mundo e sou bastante conhecido em todo o oriente médio. No ocidente fui apresentado há pouco tempo e aos poucos começo a marcar a minha presença.
Às vezes sinto que sou uma figura caricaturada de um mestre sufi. Por mais que me esforce, muitos me consideram uma figura de piada. Mas não é bem assim. Na verdade utilizo esse "disfarce" para, atravéz do humor, difundir estórias de ensinamento que são muito úteis para o entendimento.
As minhas estórias hoje são divulgadas por várias partes do mundo. Através de mim, "Mullá Nasrudin", é possível para as pessoas vislumbrar certos aspectos que apontam para a compreensão, tais como são transmitidos pelo conto tradicional, e também concebido e utilizado ao longo dos tempos pela tradição sufi. Esse Site é dedicado a mim. Ele também aborda aspectos relacionados à minha pessoa, tais como as estórias, o sufismo, etc.
 
Nasrudin
 Ninguém sabe se o Nasrudin existiu de verdade ou se ele é um personagem inventado.
Tem gente que diz que ele teria nascido na aldeia de HORTU, no povoado de SIVRISHISR, na turquia, no século XIII, e morrido na comarca de AKSEHIR, na província de KONYA, onde há um túmulo com seu nome. Outros dizem que ele é um personagem imaginário.
Não se sabe quem tem razão, mas talvez isso não seja importante, porque de qualquer forma suas histórias continuam sendo contadas até hoje.
O Nasrudin é o herói popular mais famoso da Turquia, onde é conhecido como Nasreddin Hoca. Hoca é um título que significa "mestre" na língua turca. Em árabe, "mestre" é mawla, que aparece escrito como mulla na maioria dos livros ocidentais publicados com os contos de Nasrudin. Em português ficou mullá.
Outro dia li uma coisa interessante que um autor turco escreveu sobre Nasrudin: "É um personagem que viveu antes do seu nascimento e depois de sua morte". Porque suas histórias aparecem no mundo todo, em qualquer época e e entre povos muito diferentes.
Com seu turbante, sua barba e seu burrico, Nasrudin aparece em cada conto como uma pessoa diferente: às vezes é um tonto completo, às vezes faz os outros de bobos.
Mas eu acho que de um jeito ou de outro, parecendo maluco ou muito inteligente, ele fala para todo mundo: criança, adulto, branco, preto, amarelo, pobre, rico, menino, menina. Ele sempre faz a gente ver as coisas como a gente nunca tinha imaginado antes. Ele mostra, a gente ri, e parece que tudo se desarruma dentro da gente.
Regina Machado
Sempre fomos levados a acreditar que a seriedade está de alguma forma associada à sabedoria. Imaginamos que o aprendizado só pode ocorrer em meio a caras sérias e olhares profundos.
Esta coletânea de contos de Nasrudin vem demonstrar-nos que as coisas não são exatamente assim.
Através do humor, este mestre sufi nos leva a perceber o caráter paradoxal da vida e nos desvela nossa forma de pensar condicionada. Os contos, precisamente por seu humor, esgueiram-se por entre padrões mentais impostos à humanidade pelo hábito e conduzem a consciência um pouco mais adiante no caminho de uma verdadeira compreensão, revelando-nos uma sabedoria viva que se desdobra em vários níveis.
Este sábio sufi, Mullá Nasrudin, atravessou fronteiras e enraizou-se em várias culturas. Ninguém sabe ao certo quem foi ele, onde viveu e nem quando - se é que realmente existiu! O mistério que o envolve é, na verdade, a forma mais apropriada de apresentar esse personagem que só pode ser descrito, ressaltando apenas o que é realmente importante , ou seja, sua mensagem. Uma mensagem que nos ensina a rir de nós mesmos, como uma das formas de nos conhecermos. Uma menagem que nos faz perceber o paradoxo de nossa situação humana e que nos fala de uma outra possibilidade de consiência para o ser humano.
Familiarizar-se com as Hitórias de Nasrudin abre a possibilidade de entrarmos em contato com o Sufismo em um de seus apectos mais desconcertantes.
Caravansarai - Livraria Incomum